polivitaminicos

POLIVITAMÍNICO-MINERAL: FORMULADOS OU PRONTOS?

A Nutri @pridiciero escreveu  pra gente sobre os polivitaminicos, será que precisa ser formulado, ou aqueles comprados em farmácia servem para nós?

Priscila Di Ciero – Nutricionista Esportiva Funcional, pós graduanda em Fitoterapia Integrativa, youtuber (youtube.com/nutribruxa) – www.prisciladiciero.com.br

 

POLIVITAMÍNICO-MINERAL: FORMULADOS OU PRONTOS?

Quem é meu cliente sabe que eu desencorajo a usar qualquer tipo de multivitamínico pronto, daqueles de A-Z vendidos livremente nas prateleiras. Eu prefiro prescrever os suplementos manipulados em farmácias magistrais pois, assim, ela os produz conforme meu pedido: respeitando que os minerais sejam quelados ou em forma de altíssima absorção, em quantidades certas pra aquele cliente e naquele momento de vida e etc.

Resumidamente, quelar os minerais é “abraça-los” por aminoácidos, e dessa forma serão muito mais absorvidos que os minerais na forma de óxido, presente na maioria dos polivitamínicos comerciais.

Outro benefício é a possibilidade de acrescer outros princípios ativos que não estão presentes na versão comercial, como por exemplo a quercetina (excelente antialérgico e antioxidante) e o extrato de pimenta vermelha (que ajuda a aumentar a absorção de diversos nutrientes, além de estimular metabolismo), a taurina e fosfatidilcolina em suplementos pra gestantes e etc. Inclusive os suplementos pra cuidado da pele (rugas, celulite, melasma) podem ser trabalhos sinergicamente de maneira diferente do que vem sendo apresentado, levando em consideração pra quem estejamos prescrevendo, ou seja, a individualidade bioquímica.

E também existe o que chamamos de razão segura de dosagem entre os minerais e que na sua maioria, polivitamínicos vendidos em grande escala não respeitam isso, podendo trazer prejuízos a quem os toma.

Mesmo sendo aqueles voltados pra Mulher, pra Homem, não podemos classificar as pessoas dentro de grupos assim, cada pessoa tem suas características, suas necessidades, e deve-se levar em consideração momento da vida, se toma alguma medicação, avaliar a dieta e se há necessidade de se suplementar todos aqueles nutrientes da embalagem e em qual dosagem. Ou seja, praticidade apenas na obtenção, mas nada funcional pra maioria da população, ao meu ver.

Vale lembrar que defendo a importância de consultar profissionais habilitados para determinar se você precisa e qual a dosagem do multivitamínico.

Se temos a individualização de treinos e de dieta, porque seria diferente com a prescrição de um polivitaminico-mineral? Por isso, consulte sempre um nutricionista especializado pra personalizar sua suplementação, ok?

Comam algo saudável por mim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>